set
10
2012

Vendas globais de servidores sobem 1,4% mas receita cai 2,9% no 2º trimestre

As vendas mundiais de servidores alcançaram 2,6 milhões de unidades no segundo trimestre de 2012, com aumento de 1,4% em comparação com o volume registrado no mesmo período em 2011. Já em receita, os negócios ficaram em 12,8 bilhões de dólares, com declínio de 2,9%, segundo balanço divulgado pelo Gartner.

Na avaliação de Jeffrey Hewitt, vice-presidente de pesquisas do Gartner, o leve crescimento das vendas e a queda de receita são resultado da desaceleração da economia em algumas regiões. Em termos de faturamento, por exemplo, apenas a Ásia/Pacífico e os Estados Unidos reportaram aumento. As demais registraram um declínio dos negócios nessa área.

A tecnologia x86 continua como a mais procurada, mas sua taxa de crescimento foi moderada no segundo trimestre, com aumento de 1,8%, enquanto a receita subiu 5,6%. A comercialização de máquinas Unix baseadas em RISC/Itanium tive uma queda global de 14,9% e o faturamento encolheu 17,9% em  comparação com o mesmo período em 2011.

A categoria de mainframe também sofreu um declínio de 3%, segundo o balanço do Gartner.

Líderes do mercado

A HP continua liderando o mercado global de servidores. No segundo trimestre, a companhia gerou uma receita de 3,7 bilhões de dólares e ficou com participação de 29,1% dos negócios totais. As máquinas ProLiant foram as que mais contribuíram para a boa performance, tendo representado 85,4% do faturamento total dos servidores HP.

De acordo com o balanço do Gartner, a IBM é a segunda colocada desse mercado com fatia de 27,2% da receita total, seguida da Dell (15,4%), Oracle (6%) e Fujitsu (3,8%).