jan
5
2012

Gartner reduz de 4,6% para 3,7% a previsão de gastos com TI

Em 2012, os gastos com TI em todo o mundo vão somar 3,8 trilhões de dólares, um aumento de 3,7% em comparação com o ano anterior, prevê o instituto de pesquisas Gartner. Em 2011, o investimento em TI totalizou 3,7 trilhões de dólares, 6,9% a mais do que em 2010.

O Gartner revisou para baixo as projeções para 2012, que indicavam que os gastos com TI seriam 4,6% superiores neste ano. Todos os quatro principais setores de tecnologia [hardware, software empresarial, serviços de TI e equipamentos de telecomunicações e serviços] deverão registrar expansão mais lenta em 2012, afirma.

Por outro lado, os equipamentos de Telecom terão forte crescimento. A receita será 6,9% superior em 2012. O mercado de software empresarial também saltará 6,4%, segundo as projeções do Gartner.

“O recuo do crescimento econômico global, a crise na zona do euro e o impacto das inundações na Tailândia sobre a produção de unidade de disco rígido (HDD) impactaram diretamente nas perspectivas”, diz Richard Gordon, vice-presidente de pesquisas do Gartner.

As inundações na Tailândia vão afetar particularmente a compra de computadores e de sistemas de armazenamento. “Estimamos que o fornecimento de unidades de disco rígido será reduzido em até 25% nos próximos seis a nove meses. A reconstrução das instalações destruídas também levará tempo e os efeitos vão repercutir por todo o ano e muito provavelmente em 2013”, avalia Gordon.

Diante desse cenário, o Gartner reduziu ainda a previsão de venda de PCs, que tem impactado nas perspectivas do setor de hardware. As restrições na oferta vão resultar em ambiente cauteloso para gastar com hardware, de acordo com o Gartner.

.

Fonte: Originalmente publicado por COMPUTERWORLD em 05 de janeiro de 2012 – 15h15