fev
7
2012

Você sabe os custos de cloud computing?

Profissionais de finanças e de TI que têm enfrentado a necessidade de um maior poder de computação para tudo, da gestão operacional à contabilidade, estão compreensivelmente tentados pelo modelo software como serviço (SaaS), diante dos custos relativamente baixos da adoção de soluções na nuvem e do fato de que eles podem não ter as habilidades necessárias para construir suas próprias soluções analíticas.

A migração corporativa para a nuvem está de fato em ritmo acelerado. Quase um terço dos 1.364 profissionais de TI ouvidos por uma pesquisa recente do instituto de pesquisas Gartner já usa ou planeja usar ofertas de SaaS para aumentar suas principais funções de Business Intelligence (BI).

Mas os CFOs deviam fazer melhor a sua lição de casa para determinar o quanto o uso dessas soluções vai realmente custar às empresas.

Geralmente, o software adquirido como serviço é contabilizado, em vez de capitalizado, no balanço anual. Os compradores muitas vezes pensam que o SaaS é mais barato, mas a realidade é mais complicada. Modelos de custos do Gartner mostram que o SaaS pode ser mais barato nos primeiros cinco anos, mas não depois. Os benefícios no longo prazo estão em outra dimensão – incluindo o “cash flow” e a redução de custos de suporte.

“Muitas vezes, usuários corporativos acabam frustrados com os ciclos de implementação, custos, e complicados processos de ‘upgrade’ e de infraestrutura exigidos pelas soluções de BI usadas”, considera James Richardson, diretor de pesquisas do Gartner. “O SaaS e o BI baseado na nuvem são percebidos como uma alternativa mais rápida, potencialmente de menor custo e mais fácil de implementar, embora isso ainda tenha de ser provado”, observa.

SaaS e desenvolvimento mais rápido

O uso de SaaS pode levar a uma implementação mais rápida, particularmente onde a TI está limitada pelo trabalho existente e/ou opelo de baixo orçamento que a impedem de responder às exigências de informação e análise tão rapidamente quanto o negócio requer, diz o relatório.

“É evidente que, apesar do interesse crescente, o mercado está confuso sobre o que a nuvem oi o BI e o ‘analytics’ no modelo SaaS podem oferecer”, diz Richardson.

A pesquisa ouviu 1.364 gestores de TI e usuários empresariais de plataformas de BI no quarto trimestre de 2011. Enquanto apenas 17% das organizações para as quais trabalham disseram ter substituído ou planejado substituir partes das principais funções de BI com ofertas de cloud, 27% já usam ou planejam usar opções cloud/SaaS para aumentarem suas capacidades de BI em nichos específicas de negócios nos próximos 12 meses.

.

Fonte: Originalmente publicado por  COMPUTERWORLD (EUA) em 03 de fevereiro de 2012 – 13h59