mai
21
2012

Pequenas e médias olham para além da redução de custos na nuvem

Possibilitar mais facilmente o trabalho em mobilidade e com maior flexibilidade são as principais razões para as PMEs migrem para nuvem, revela estudo da YouGov no Reino Unido.

A redução de custos já não é a principal razão para a adopção de cloud computing para as PME, pelo menos no Reino Unido. As empresas já estão focando-se na  melhoria de resultados e em trazer valor estratégico para a empresa, conclui aquela entidade.

Dois terços (67%) dos 530 gestores ouvidos pela pesquisa têm ou vão implantar serviços de cloud computing. Perto de 30% predentem fazê-lo  nos próximos dois anos.

A capacidade de proporcionar aos empregados o trabalho com maior mobilidade e flexibilidade foi identificada como a razão mais popular para implementar os serviços em cloud computing (39%). A eficiência de custos foi assinalada como o segundo motivo mais popular (33%).

Dos que ainda não migraram para cloud computing, a principal justificativa apresentada é a “falta de tempo” (38%). Têm departamentos de TI menores e mais  sobrecarregados, e por isso sentem-se incapazes de dedicar tempo suficiente para investigar a fundo as implicações técnicas e de negócio.

O estudo foi patrocinado pela IBM. O seu vice-presidente para as vendas “mid market”, Simon Porter, conclui que “as empresas estão começando a perceber que todo o potencial da nuvem vai muito além de um modelo de ROI focado nos custos”.

.

Fonte: Originalmente publicado por COMPUTERWORLD/EUA em 21 de maio de 2012 – 07h59