mai
17
2012

CIOs estão otimistas com cloud computing

Cerca de 68% de executivos de TI no mundo ainda usam e-mails como método principal de enviar e trocar arquivos grandes e dados sensíveis, de acordo com uma pesquisa realizada pela Harris Interactive, a pedido da IntraLinks. No Brasil, 82% dos entrevistados afirmaram encontrar dificuldades no envio e compartilhamento de arquivos pesados.

O estudo foi realizado com mais de 1.000 tomadores de decisão na área de TI e revela que as informações sensíveis trocadas entre parceiros empresariais e clientes, que ultrapassam os limites do firewall de suas organizações, ainda são feitas principalmente através de e-mails e ferramentas de compartilhamento de arquivos destinadas a consumidores em geral, tais como sites de FTP (protocolos de transferência de arquivos).

A computação em nuvem também foi apontada como uma modalidade em potencial para empresas que dependem da troca de informações com parceiros e clientes. De acordo com os tomadores de decisões brasileiros, 74% veem a adoção de cloud computing com otimismo e 78% concordam que os processos de TI podem ser adaptados para a nuvem. O estudo também revelou que segurança é prioridade para a nuvem: 93% concordam que o foco dos provedores de soluções baseadas em nuvem deve ser em otimização da segurança.

E ainda, o estudo aponta que os entrevistados concordam que seus processos podem rapidamente se adaptar à cloud computing. Entre eles, norte-americanos (55%), britânicos (65%), franceses (57%), alemães (55%), brasileiros (78%), japoneses (41%) e australianos (67%). Perguntados se acreditam que a nuvem poderá tornar os processos mais eficientes, 82% dos brasileiros disseram que sim, enquanto 56% dos americanos e apenas 42% dos franceses concordaram.

.

Fonte: Originalmente publicado por InformationWeek Brasil em 16 de maio de 2012